Coleção Hangar43

Ícones atemporais do mobiliário

Sofá

Tonico

por Sergio Rodrigues

MEDIDAS

Largura 220 cm 240 cm 260 cm cm
Profundidade 85 cm 85 cm 85 cm cm
Altura 108 cm 108 cm 108 cm cm

Sobre o produto

Derivação natural da poltrona, o sofá Tonico traz a mesma solução de conforto com um rolo avantajado para apoiar a cabeça, no sofá ele vem fixado com pés traseiros intermediários devido ao seu comprimento. Descontraído como a poltrona e muitas outras peças de Sergio Rodrigues.

Sobre o Designer

Foi Sergio Rodrigues que descontraiu a casa e a maneira de sentar, quebrando a rigidez do estilo pé palito ao criar, em 1955, a Oca, loja, ateliê e galeria de arte. Na Praça General Osório, em Ipanema, o espaço tinha as luminárias Dominici, tecidos da artista plástica Fayga Ostrower, móveis da Forma e peças assinadas por… Ver artigo

Foi Sergio Rodrigues que descontraiu a casa e a maneira de sentar, quebrando a rigidez do estilo pé palito ao criar, em 1955, a Oca, loja, ateliê e galeria de arte. Na Praça General Osório, em Ipanema, o espaço tinha as luminárias Dominici, tecidos da artista plástica Fayga Ostrower, móveis da Forma e peças assinadas por ele. Assim, seu empreendimento se tornu o ponto de encontro e referência de intelectuais da época.

Em 1957, para atender ao pedido do amigo Otto Stupakoff, criou a Poltrona Mole, um sofá para seu estúdio. O móvel ganhou o primeiro lugar no Concurso Internacional do Móvel em Cantú, na Itália. Com o nome de Sheriff, começou a ser produzida pela companhia Isa, de Bergamo, na Itália, e exportada para vários países.

Hoje, Sergio Rodrigues tem a maioria de suas peças produzidas pela LinBrasil, de Curitiba. O design brasileiro cresceu com Sergio. Recentemente passou a ser representado na feira de Colônia e na de Milão pela ClassiCon. Para fazer o contraponto com a famosa Poltrona Mole, o designer criou, em 2002, a Diz. “Toda de madeira e tão confortável como uma poltrona mole”, explica Sergio. Recebeu por ela, em 2007, o prêmio do Museu da Casa Brasileira.

Sofá